logo

13/03/2019

Ainda é muito comum associar “comida de hospital” a pratos sem sal, cor ou gosto. A realidade, contudo, está mudando em ritmo acelerado, com foco tanto no paladar quanto nas necessidades fisiológicas dos pacientes.

Essa mudança propiciou até mesmo a adoção do termo gastronomia hospitalar, com unidades de saúde que chegam a contratar chefes de cozinha. São mudanças que favorecem o campo de atuação de nutricionistas e tornam cada vez mais distante o preconceito. Saiba mais no nosso blog: Comida de hospital que combina tempero e nutrição.

Voltar